sábado, 30 de novembro de 2013

BATATINHAS 611






BATATINHAS   611



Salada de Batatas







 "batatonese" um acompanhamento bem
 versátil e perfeito para esses dias de calor.
Muita gente acrescenta ovos cozidos picados, 
ou somente com batata.

Se a batata for média (tipo um pouco maior que
 um kiwi)  contar 1 e 1/2 para cada pessoa. 


Comece tirando a casca e cortando as batatas 
em pedaços.
 Leve para cozinhar em água fervente e sal até
 ficarem macias, porém não desmanchando. 

Escorra e passe por água gelada para interromper
 o cozimento.





Misture (quantidade para 2 porções):

- 2 colheres (sopa) de maionese;
- 1 colher (sopa) de creme de ricota 
(pode substituir por creme de leite);

- 1 colher (café) de mostarda;
- Sal de acordo com seu gosto.


Jogue este creme sobre as batatas e misture
 cuidadosamente. 

Polvilhe cebolinha, salsinha 
ou os dois. Sirva bem gelada.


* O creme de ricota ou creme de leite deixa 
mais leve, mas se você preferir pode usar apenas
 a maionese. 

Com a maionese caseira de leite fica perfeita 
(receita --> aqui).




Maionese Caseira de Leite






Essa maionese caseira é muito saborosa. 

Você pode fazer a tradicional sem o cheiro 
verde, a versão verdinha é muito boa tambem.

 Quando fazemos churrasco essa versão sempre
 acompanha a carne de porco, combina super
 bem! 

 No sandubão também é sucesso! 
Você faz em 5 minutos:


Ingredientes:

1/2 xícara de leite
1 dente de alho (usei 1/2 colher de
sopa de alho triturado industrializado)

1/2 colher (sopa) de mostarda
1/3 xícara (salsinha e cebolinha)

1 colher (sopa) de suco de limão
1 colher (café) rasa de sal



Colocar tudo no copo do liquidificador 
(ou num bowl e usar o mixer). 

Conforme for batendo, derramar um fio 
de óleo através da tampinha menor do liquidificador. 

É importante que o fio de óleo seja constante. 

A mistura vai começar a engrossar, bata
 até a consistência desejada, eu usei menos
 de 1 xícara de óleo, mas isso pode variar 
um pouco para mais ou menos. 

 Rende cerca de 1 xícara de molho. 

Não sei dizer sobre a durabilidade, mas 
acredito que 1 semana na geladeira
 ele aguenta. 

Fica uma delícia!


Fonte: 
http://www.panelaterapia.com/2012/07
/maionese-caseira-de-leite.html#.Upo0osTrybA




Batatas Rústicas





Essa batata pode ser feita  com a casca, mas 
ela estava bem "machucadinha" foi melhor tirar 
 ( foi feito com  aquela de casca rosa 
chamada asterix).

 Se você estiver com pressa, cozinhe as batatas
 em água fervente por 6 minutos. 
Podera fazer com  ela crua, direto ao forno.



Forrar uma assadeira com papel alumínio
 e regar com bastante azeite.

 Em seguida juntar um punhado de ervas frescas
 (  alecrim, manjericão e tomilho-limão), juntar as
 batatas já cortadas e misturo bem para envolvê-la
 no azeite com ervas. 

Polvilho pimenta moída na hora (sempre) e flor de sal.

 Cubro com papel alumínio e levo ao forno. 

De vez em quando dou uma viradinha nas batatas para
 corar por igual. 

Quando estiverem cozidas, retiro o papel alumínio
 de cima para dourarem.


Fonte:  
http://www.panelaterapia.com/2011/03/






Essa  receita é uma espécie de "lasanha" com
 camadas de batata e creme. Delícia!

Comece pelo creme, misturando:

- 100ml de creme de leite sem soro;
- 2 colheres (sopa) de creme de ricota 
(ou requeijão);

- 1 gema;
- sal e nóz moscada à gosto.

* É importante que o creme fique bem 
salgadinho porque não vai sal nas batatas.





Fatie 6 batatas em lâminas bem finas. 
Use esse fatiador de legumes .

Unte um refratário com manteiga ou margarina
 e comece com uma fina camada de batatas, depois
 creme (também em pouca quantidade) e vá 
intercalando. 

Ao final, termine com creme e queijo parmesão
 ralado.

Leve ao forno médio preaquecido coberto com 

papel alumínio por 35 minutos.

 Retire o papel e volte ao forno para gratinar
 (o meu fica bonitão assim porque o forno
 tem grill).






* Se você preferir, pode fazer o molho branco (ou béchamel) e misturar uma gema (a gema serve para deixar firme feito torta, senão na hora de cortar desmancha).

Esta receita rende 6 porções.


Fonte:  
http://www.panelaterapia.com/2012/11/




Batatas Picantes






Essas são as batatas mais gostosas do mundo kkkkk. 


 E o melhor: são assadas! O molhinho é necessário 
porque  ficam beeem picantes, então dá uma 
"quebrada"  no ardor, mas quem não curte pimenta
 pode tranquilamente adaptar a receita.


Comece lavando algumas batatas com casca e cortando
 em 8 partes. 

Se você optar por batatas menores o tempo de forno 
será menor e elas tendem a ser mais macias.





Forre uma assadeira com papel alumínio
 e regue com bastante azeite. 

Salpique os temperos que quiser. 
Eu usei um mix de tempero espanhol bem
 apimentado mais um outro que é a base 
de alho e queijo e umas folhinhas de
 tomilho (olha a mistureba!).


 Você pode usar o que tiver em casa, como por
 exemplo: ervas secas ou frescas, curry, tempero 
pronto, alho esmagado, gengibre, pimenta
 calabresa, cheiro verde.... manda bala no que 
você achar que fica bom, sem medo!





Na sequência, esparrame as batatas sobre o tempero
 e movimente a assadeira para envolvê-las bem.

 Leve ao forno pré-aquecido em 200º e deixe até dourar. 

Se quiser depois de uns 15 minutos, dê uma sacudida na assadeira para as batatas dourarem por igual 
e volte-as para o forno.


O molhinho eu fiz a base de creme de ricota e suco
 de limão. 

Se você não encontrar o creme na sua cidade pode
 usar iogurte natural. 

Combina muito bem!



Creme de Ricota





E sempre tem alguém que comenta que não 
gosta de ricota.


Óh colegas, esqueçam a referência que vocês
 tem daquela ricota em formato de queijo, 
sem gosto e esfarelenta, não tem NADA a ver!

É um creme delicioso, com textura aveludada, 

sabor suave e substitui creme de leite com perfeição.


 A vantagem é que é mais light. Eu conheço o produto de duas marcas: Tirolez e Balkis, ambos são bons, e ambos possuem a versão normal e light. #FicaDica


Fonte:
http://www.panelaterapia.com/2012/03

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Farofa de Feijão 610



Farofa de Feijão   610




É uma delicia !? e éssa de  feijão  é d'mais, 

de qualquer 
tipo de feijão, de corda, carioca, roxinho,
 branco, 
todas na minha opinião ficam deliciosas


A farofa de hoje é de feijão carioca que 
é o mais comum e com certeza vai ter na sua casa.


Então bora pra cozinha que hoje vai ter uma
 farofinha de feijão que ficou da pontinha
 da orelha.




1 xícara de chá de feijão cozido 'al dente' 
(usei carioca, mas pode usar de corda, 
roxinho, branco, etc)

04 ovos fritos
200 gramas de linguiça de pernil
100 gramas de bacon picadinho
01 cebola cortada em meia luas finas
02 dentes de alho espremidos

sal e pimenta do reino moída a gosto
farinha de mandioca q. b.
óleo q.b.
pimenta biquinho para decorar.


Modo de fazer: Em um panela larga coloque
 óleo suficiente para fritar os ovos, despeje os
 ovos um a um, coloque uma pitada de sal em
 cada um deles, deixe fritar (até ficar com a
 gema dura) retire os ovos, coloque em um 
prato e pique grosseiramente.
 Reserve.


Na mesma panela coloque a linguiça picada em 
pedaços de 02 dedos de largura para fritar, 
quando quase no ponto acrescente o bacon para
 fritar junto, deixe fritando. 

Após fritar, pode ser necessário retirar um 
pouco de óleo da panela, ou, se achar melhor, 
mudar de panela (se for mudar de panela 
coloque metade do olho na outra panela).


Após fritar, sem retirar o bacon e a linguiça, 
acrescente a cebola e o alho deixe até a cebola 
ficar transparente, coloque o feijão, ovo picado,
 sal e pimenta do reino moída, misture para
 incorporar.

 Acrescente a farinha de mandioca aos poucos
 e vá mexendo, utilizei aproximadamente
 02 xícaras de chá de farinha de mandioca, 
misture bem e deixe a farinha cozinhar um
 pouco em fogo baixo (+/- 05 minutos), 
mexendo sempre para não grudar.


Na hora de servi coloque pimenta biquinho
 por cima.


Dica: Lembre-se a quantidade de farinha 
é a mesma utilizada para fazer farofa.


Fonte:  
http://blogdafedayrell.blogspot.com.br/search/label/Farofas


Sacanagem 609





Sacanagem   609



Sexta feira, sem feriado, mas ainda

 assim sexta feira.


E claro hoje é dia de tomar uma cervejinha 
para acompanhar vamos de sacanagem?


Sacanagem é um aperitivo antigo (fez muito 
sucesso, salvo engano na década de 70) e muito
 apreciado por várias pessoas (eu sou uma delas). 
Ah além de gostoso é rápido de fazer.


Então bora para cozinha que hoje é dia 
de sacanagem (não pensem bobagem, ok.)








Azeitona q.b.
Queijo minas em cubos q.b.
Salsicha em rodelas de 01 dedo de largura q.b.
palitos



Molho azedo


03 colheres de sopa de aceto balsâmico
06 colheres de sopa de vinagre de maça
03 colheres de sopa de azeite
03 dentes de alho espremido
Pimenta do reino em grãos
Sal a gosto
100 ml de água


Modo de fazer: Molho azedo: em uma vasilha 
misture aceto balsâmico, vinagre, azeite, alho
 e sal, misture bem até ficar homogêneo,
 acrecente a água e misture, acerte o sal 
e coloque a pimenta do reino, reserve.


Coloque nos palitos faça espetinhos com o queijo, 
salsicha e azeitona (na ordem da sua preferência 
eu fiz de queijo e azeitona, queijo e salsicha, salsicha
 e azeitona) coloque os espetinhos no molho azedo
 e deixe na geladeira até na hora de servir.


Arrume os espetinhos na bandeja ou em uma
 bola de ispor (é a forma mais usada) cortada 
ao meio e coberta com papel alúminio, coloque
 o molho em uma molheira e sirva.


Dica: Pode substituir o queijo minas por muçarela.


Se preferir o molho um pouco menos azedo
 diminua a quantidade do vinagre.


   



Farofa Fria 608





Farofa Fria   608

 E além de gostosa, é excelente opção para

 quem não come carne.


Então bora pra cozinha que hoje vocês vão
 experimentar uma farofa fria simplesmente
 maravilhosa.



01 lata de milho verde (milho em conserva)
01 lata de ervilha (ou 200 gramas de ervilha fresca)
08 ovos cozidos picados bem pequenos
150 gramas de azeitonas picadas
02 cenouras raladas

01 pimenta dedo de moça em fatias finas (opcional)
cebolinha verde a gosto
01 xícara de farinha de milho em flocos pequenos

01 xícara de farinha de mandioca em flocos pequenos
200 ml de azeite extra virgem
05 dentes de alho espremidos
sal a gosto


Modo de fazer: Em uma frigideira colocar todo 
o azeite, o alho espremido e o sal, levar ao fogo, 
assim que o alho começar a dourar desligar e 
esperar esfriar. Reserve.


Em uma vasilha grande colocar a cenoura 
ralada, o milho, a ervilha, azeitona, a pimenta,
 misturar bem, acrescentar o ovo cozido picado,
 misturar, a cebolinha verde, misturar bem. 


Acrescentar a farinha de milho, misturar, 
a farinha de mandioca misturar.
 Despeje o azeite com alho e sal por cima,
 misture para incorporar a farofa.


Coloque em uma vasilha e sirva fria.


Dica: Se não quiser colocar o alho, não
 é necessário levar o azeite ao fogo.










Fonte:  
http://blogdafedayrell.blogspot.com.br/2011/11/farofa-fria.html

Frango a Passarinho com Molho de Limão Picante .607





Frango a Passarinho  607

com Molho de Limão Picante



E hoje eu estou merecendo uma cervejinha
 estupidamente gelada, sabe aquelas véu de 
noiva? Pois é dessas.


Ah e para acompanhar este frango 
a passarinho com molho de limão picante,
 hum... bom demais da conta.


Então bora pra cozinha que vamos 
abalar o buteco hoje.





01 kg de frango a passarinho
01 colher de sobremesa de mix de 
tempero caseiro (sal alho e pimenta)
Pimenta do reino moída na hora a gosto
02 colheres de sopa de molho shoyo
Óleo para fritar



Molho de Limão Picante


03 limões cravo espremidos (pode usar taithi)
03 pimentas dedo de moça picadinhas
 (com a semente)

02 colheres de sopa de cebolinha verde picada
+/- 1 xícara de café de água (depende do
quanto de acidez quer deixar no molho, 
eu usei ¾ da xícara de café)

Sal e pimenta do reino a gosto


Modo de fazer: Tempere o frango a passarinho 

com o tempero caseiro, a pimenta do reino
 moída e o molho shoyo, deixe descansar 
por 30 minutos.

 Coloque o óleo na panela, deixe descansar
 e frite o frango até ficar bem crocante.


Molho de Limão Picante: Em uma molheira 
esprema os limões, acrescente a pimenta dedo
 de moça picadinha, a cebolinha verde, a água,
 misture, coloque sal e pimenta do reino 
a gosto, misture
 Leve o molho a geladeira.


Na hora de servir, coloque o molho na
 travessa e o frango ao redor.


Dica: Este molho pode ser usado para
 temperar saladas, se quiser reduza a 
quantidade de pimenta.


Deixe o frango fritar bem, pois quanto
 mais crocante ele estiver melhor.







Panceta a Pururuca 606





Panceta a Pururuca   606




- Acompanhada de Mandioca Salteada na
 Manteiga de Alho e Cebolinha e Molho
 de Mostarda Picante

Que dia é hoje? Dia de butecar, é claro!!!


E o buteco não vai abrir hoje não?!!
 Claro que vai, pode vir rapidinho que 
já tá abrindo e a cerveja esta mofando.


Então bora pra cozinha preparar o tira gosto?









Panceta a Pururuca



01 manta de barriga de porco (panceta) com 
a pele e com +/- 10 cm de largura (escolha
 uma que tenha mais carne)
sal, alho e pimenta do reino moída


Mandioca Salteada na Manteiga 
de Alho e Cebolinha


300 gramas de mandioca cozida
03 colheres de sopa de manteiga em 
temperatura ambiente

03 dentes de alho espremidos
02 colheres de sopa de cebolinha picadas
sal a gosto


Molho de Mostarda Picante


02 colheres de sopa de mostarda de dijon
01 colher de sopa de aceto balsâmico
01 colher de chá cheia de pimenta calabresa seca


rodelas de limão


Modo de fazer: Panceta a Pururuca: prepare
 um tempero como o sal e o alho, tempere a
 barriga de porco com a mistura de sal e alho 
e a pimenta do reino moída (tempere apenas 
a parte da carne, não tempere a pele), coloque
 na geladeira de um dia para outro ou no
mínimo 8 horas.


Ligue o forno alto para pré aquecer por 05 minutos. 

Cubra uma forma com papel alumínio e unte-o com
 um pouco de óleo, coloque a barriga com a pele 
virada para cima. 


Leve ao forno alto, já pré aquecido, para assar
 e pururucar a pele (usei o forno a 290º que é a
 temperatura máxima do meu forno)

ATENÇÃO NÃO REDUZA A TEMPERATURA
 DO FORNO. Aqui em casa ficou no forno por
 45 minutos.


Mandioca Salteada na Manteiga de Alho
 e Cebolinha: cozinhe a mandioca em água 
salgada como de costume, quando estiver 
cozida, escorra e reserve.


Acrescente na manteiga o alho e a cebolinha
 e misture até obter uma pasta homogênea, 
coloque esta mistura em uma panela e leve ao
 fogo, assim que a manteiga derreter e o alho 
começar a dourar, acrescente a mandioca 
picada em pedaços pequenos, misture para 
incorporar, acerte o sal, deixe uns 3 minutos
 e desligue.


Molho de Mostarda Picante: Em uma molheira
 misture todos os ingredientes com auxílio de
 um fouet para incorporar.


Montagem: Pique alguns pedaços da barriga
 de porco, coloque em uma travessa, coloque
 a porção de mandioca ao lado, coloque o
 molho no centro, decore com rodelas 
de limão.


Sirva acompanhado de uma cerveja gelada.


Dica: Não molhe a pele da barriga de porco,
 senão vai ter dificuldade em pururucar.


Para assar tem que ser no forno quente, 
pois senão não pururuca.


Procure uma barriga que tenha pelo menos 



Trem de Minas 605




Trem de Minas   605


Então bora pra cozinha .







500 gramas de linguicinha coquetel 

(uso da pif paf coquetel)
01 manta de barriga de porco (panceta)
 de +/- 800 gramas (pelo menos 
com 03 dedos de carne)

500 gramas de mandioca
sal, pimenta do reino moída
01 limão grande espremidos
08 dentes de alho espremidos

05 colheres de sopa de molho de soja
100 ml de vinho branco
02 colheres de sopa de mel
02 colheres de sopa de manteiga

salsinha picadinha a gosto
01 colher de café rasa de pimenta
 calabresa seca
pimenta biquinho para decorar.


Modo de fazer: Barriga de porco: em uma assadeira
 coloque no fundo o limão espremido misturado com
 02 colheres de sopa de molho de soja.

 Misture 1/2 de colher de sopa de sal com dois dentes
 de alho espremidos, passe este tempero em toda 
a barriga de porco. 

Coloque-a no tabuleiro com a pele virada para cima,
 não deixe a pele entrar em contato com o liquido 
no fundo da assadeira. 

Deixe descansar por 02 horas. 

Leve ao forno médio pré aquecido até assar 
(deixe 35 minutos no forno médio e o restante
 no forno alto).

 Retire e pique em pedaços.




Linguicinha: em uma assadeira coloque as
 linguicinhas 
 Misture o vinho branco, restante do molho 
de soja, o mel e o restante do alho, jogue por
 cima das linguicinhas regue com azeite e 
misture para envolver bem. 

Leve ao forno médio por 35 minutos,
 ou até assar.


Mandioca: Cozinhe a mandioca em água com sal,
 após cozida, pique em pedaços pequenos, escorra 
e reserve. 

Em uma panela coloque a manteiga e 01 colher
 de sopa de azeite assim que derreter acrescente
 a pimenta calabresa salteie a mandioca,
 corrija o sal. 

Salpique a salsinha picadinha.


Montagem: Em uma travessa comprida coloque
 a mandioca salteada no meio ao lado a barriga 
de porco assada e do outro a linguicinha 
 Decore com pimenta biquinho.


Sirva acompanhado de molho de alho, geleia 
de pimenta e claro cerveja gelada.


Dica: Não deixe a pele da barriga de porco
 em contato com o liquido do tempero, senão
 ela não pururuca.









Suplício 604






Suplício   604



Vamos butecar?


O tira gosto esta quase saindo, a cerveja 

está estupidamente gelada, só falta você 
chegar.


Então bora pra cozinha que hoje vamos
 nos esbaldar.






500 gramas de isca de fraudinha 
(ou outra carne da sua preferência)

01 cebola média picada em pedaços médios
01 tomate picado em pedaços médios

02 dentes de alho espremidos
tempero mineiro caseiro

pimenta do reino moída
02 colheres de sopa de manteiga
02 colher de sopa de óleo



Purê de Aipim


300 gramas de mandioca cozida
sal
01 copo da água do cozimento da mandioca
02 colheres de sopa de manteiga
01 dente de alho espremido


Modo de fazer: Coloque a mandioca
 para cozinhar
 em água e sal.

Tempere as iscas com o tempero caseiro, 
pimenta 
do reino e 01 colher de sopa de óleo, deixe 
descansar 20 minutos.


Leve uma panela de fundo grosso ao fogo quando 
estiver bem quente, acrescente a carne e deixe
 refogar bem, se necessário vá pingando água
 para cozinhar.


Quando a carne estiver bem cozida e começar
 a fritar, desligue o fogo, retire a carne 
da panela. 

Volte com a panela para o fogo coloque 02 colheres
 de sopa de manteiga, 01 de óleo e a alho, deixe 
o alho começar a fritar, acrescente a carne e vá 
mexedo sem parar para fritar por igual 
(=/- 05 minutos), acrescente a cebola e continue 
mexendo por mais 01 minuto, acrescente o 
tomate, misture marque 30 segundos, desligue.



Purê de Aipim: Após cozinhar a mandioca, 
coloque a no liquidificador com 100 ml da água
 do cozimento, bata para obter até obter um 
purê grosso.


Em uma panela coloque a manteiga e o alho, leve
 ao fogo, assim que o alho começar a dourar, 
despeje o purê e vá mexendo incorporar bem, 
retifique o sal se necessário, acrescente pimenta 
do reino moída.



Montagem: Em uma vasilha funda, coloque 
o purê no fundo e por cima a carne.


Sirva quente.

Dica: Finalize a carne, após o purê ficar pronto,
 para que o tomate não cozinhe no calor da panela.




Fim de Noite 603





Fim de Noite  603


Então bora pra cozinha que hoje vamos 

amanhecer o dia.







Para 02 porções


500 gramas de batata cozida e espremida
01 colher de sopa cheia de manteiga
01 colher de sopa da gordura da costela 
(após cozida)

01 cebola media em cubos pequenos
leite q.b.
800 gramas de costela

200 gramas de lingüiça de pernil 
apimentada

03 dentes de alho espremidos
tempero mineiro caseiro
sal e pimenta do reino moída
óleo para refogar

01 colher de café de corante de urucum
01 pão amanhecido ralado.


Modo de fazer: Retire o excesso de gordura da
 costela, tempere com ½ colher de sopa de tempero
 mineiro caseiro e a pimenta do reino, deixe 
descansar por 20 minutos.


Coloque a lingüiça em um tabuleiro e leve ao
 forno para assar, assim que estiver assada 
corte-a em rodelas finas


Em uma panela de pressão coloque 01 colher de
 sopa de óleo leve ao fogo assim que aquecer junte
 a costela e deixe refogar bem, mexendo de vez 
em quando por +/- 15 minutos. 

Afaste um pouco a costela, acrescente o alho e
 deixe fritar, assim que começar a dourar, coloque 
o corante de urucum e misture incorporando em
 toda costela, cubra com água quente tampe a
 panela e deixe cozinhar até quase desmanchar
 (aqui em casa ficou 1 hora após o início da pressão), 
verifique com uns 30 minutos de pressão 
e acrescente mais água, se necessário.


Quando a costela estiver bem cozida, retire-a 
do caldo, desfie e reserve. 

Coloque o caldo em uma vasilha e leve a geladeira
 para esfriar e a gordura endurecer por cima.

 Retire toda a gordura que endureceu, guarde 
01 colher de sopa desta gordura. 
Reserve apenas o caldo.


Volte com o caldo para a panela, leve ao fogo,
 assim que ferver acrescente a costela desfiada
 e a linguiça em rodelas deixe ferver até o 
caldo secar completamente, se necessário 
retifique o sal.


Em outra panela coloque a manteiga, a gordura
 da costela e a cebola, leve ao fogo para dourar 
a cebola, mexendo sempre para não queimar, 
assim que a cebola dourar retire-a e reserve. 

Na mesma panela coloque a batata amassada, 
pimenta do reino moída, sal (pouco), misture, 
acrescente o leite o q. baste para dar o ponto 
de purê de batata (não deve ficar mole, é um
 purê mais encorpado).


Montagem: unte cumbucas que possa ir ao
 forno, com manteiga, coloque um camada
 fina de purê, o recheio de costela com 
lingüiça, a cebola dourada e por cima uma
 porção generosa de purê. 

Polvilhe com o pão ralado.

 Leve ao forno médio até o pão ficar 
dourado e formar uma casquinha crocante.


Dica: Se quiser cozinhar a costela na véspera 
e deixar o caldo com a gordura na geladeira 
de um dia para o outro fica mais fácil para
 retirar a gordura que forma na superfície.




Fonte:  
http://blogdafedayrell.blogspot.com.br/2013/05/fim-de-noite.html

Bolinho de Arroz 602





Bolinho de Arroz   602


 ao Perfume de Sálvia e Gorgonzola





Aqui no buteco já tá gelando e o tira
 gosto só esperando você chegar...


Então bora pra cozinha?







03 xícaras de chá de arroz cozido 
(pode ser usado somene sobras de arroz)
02 ovos
30 ml de leite
salvia e salsa picadinhas
50 gramas de queijo gorgonzola
pimenta do reino moída
farinha de trigo se necessário
óleo para fritar


Modo de fazer: Coloque no liquidificador ou
 processador o arroz e 02 ovos, bata no pulsar, 
acrescente o queijo e bata mais um pouco, se 
necessário acrescente o leite aos poucos 
( textura da massa é para enrolar).


Despeje a massa em um vasilha, se achar que
 estar muito mole coloque farinha de trigo 
aos poucos (na minha foi necessário 01 colher
 de sopa de farinha de trigo), acrescente a 
pimenta do reino, salvia e salsinha, misture bem.


Com auxilio de duas colheres molde os
 bolinhos, após moldar leve-os a geladeira
 por pelo menos 01 hora antes de fritar.


Frite em bastante óleo e beeeeeem quente.


Pra acompanhar uma cervejinha
 gelada claro.


Dica: Como não estou comendo fritura 
eu assei ao invés de fritar, e ficou muito bom.



Não coloque muitos bolinhos para fritar 
de uma vez para que o óleo não esfrie 
demais.


Rendeu 18 bolinhos do tamanho abaixo.


  



Bolinho de Feijoada e Torresmo 601




Bolinho de Feijoada e Torresmo  601

E quase que este buteco não abre hoje.

Então bora pra cozinha que só esta faltando o tira gosto.

A receita deste bolinho veio lá do Na Minha Panela.




Mini feijoada:


400g de feijão feijão preto
01 linguiça calabresa pequena
01 pedaço de bacon pequeno 

01 pedaço de carne seca pequeno dessalgado
01 pedaço de pernil salgado pequeno já dessalgado

sal, pimenta do reino moída
08 dentes de alho amassados
03 colheres de sopa de azeite

01 pimenta dedo de moça picadinha (opcional)
200g de farinha de mandioca amarela
bacon frito em pedacinhos para rechear


Modo de fazer: Faça uma mini feijoada, em uma panela de pressão refogue
 03 dentes de alho em
 01 colher de sopa de azeite quando o alho começar a dourar acrescente as carnes, o feijão, linguiça e bacon, refogue 
por 02 minutos mexendo sem parar, coloque água suficiente para cozinhar o feijão e tampe a panela. 

Assim que começar a chiar marque o +/- 40 minutos, desligue o fogo e verifique se esta tudo bem cozidinho. 

Volte com a panela destampada para o fogo para engrossar o caldo.


Leve a feijoada para o liquidificador ou mixer e processe (se estiver muito grosso, coloque um pouco de água) reserve.


Em uma panela refogue o alho restante com o azeite, quando o alho ficar dourado acrescente o creme de feijão, verifique o sal, coloque pimenta do reino,

 a pimenta picadinha, acrescente a  farinha de mandioca e mexa como se fosse fazer um tutu beeeem grosso, quando estiver desgrudando do fundo da panela está pronto.


Deixe esfriar.


Frite o bacon para o recheio (pode usar couve picada finamente também).

Faça bolinhas com a massa, recheie, termine de enrolar. Frite em óleo bem quente

Sirva acompanhado de torresmo, laranja fatiada e, claro, de uma cerveja gelada.

Dica: O ideal é você deixar cozinhar bastante para o feijão ficar desmanchando e o caldo beemm grosso.

Pode usar sobra de feijoada.

O ponto da massa é um tutu beeem grosso, se for necessário inclua mais farinha.

 Fica uma massa bem pesada.

A minha massa ficou bem firme, por isto optei por não passar no ovo e na farinha de rosca, mas se você quiser pode passar.


Atenção o bolinho frita muito rápido. 

Os meus bolinhos fiz com 500 ml de feijoada e renderam 25 bolinhas médias.





Torresmo na Panela de Pressão 601




Torresmo na Panela de Pressão  601

 O torresmo ficou sequinho e super crocante.









400 gramas de torresmo de barriga picado

 em pedaços
sal a gosto
óleo para untar a panela


Modo de fazer: Tempere o torresmo com sal
 (+/- 01 colher de chá rasa).


Em uma panela de pressão coloque um pouquinho
 de óleo, apenas para untar a panela, coloque o 
torresmo, leve ao fogo médio e mexa até o torresmo
 desgrudar da panela.


Tampe a panela de pressão ATENÇÃO RETIRE 
A BORRACHA DA PANELA DE PRESSÃO, 
POIS NÃO É PARA PEGAR PRESSÃO. 

Deixe por aproximadamente 20 minutos, em fogo 
alto, durante este tempo mexa, sacudindo a panela,
 por várias vezes para não deixar queimar.


Vai começar a estourar igual pipoca, quando 
parar de fazer barulho vai esta pronto, retire 
com uma escumadeira.


Sirva com limão e uma cerveja bem gelada.


Dica: NÃO ESQUEÇA DE RETIRAR A 
BORRACHA DA TAMPA DA PANELA
 DE PRESSÃO.


O tempo necessário é aproximado, o meu passou 
um pouquinho e alguns pedaços queimaram, 
portanto não se descuide e não pare de sacudir
 a panela para que não queime.


O ideal é que o torresmo da barriga tenha 
pelo menos 6 cm de carne.